Páginas

Visitas - Let It Be...

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Minha experiência e maturidade me assopram: fuja. Meu corpo não me ouve, fica.



Quando eu acreditei que seria sincero, acabei me deparando com o que costumo chamar de "decepção" ou "tapa na cara". Sabe aquela escorregada que você precisa dar pra aprender a levantar? Então, é disso que estou falando. Eu me lembrei que fugir, às vezes, é necessário para recuperar o fôlego. Para restaurar a força. Eu preciso muito deixar acontecer o momento da renovação, trocar de pele, mudar de cor. Tenho sentido necessidades do novo, não importa o quê, mais que seja novo, nem que sejam os problemas. Meu coração não quer deixar meu corpo descansar. E de repente já não era mais possível fingir, nem fugir. Sera que remédio pra bipolaridade também cura coração dividido?

Nenhum comentário:

Postar um comentário