Páginas

Visitas - Let It Be...

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Mas não vou mais chorar. Vou erguer meu uísque lá em cima.



Depois que eu me apaixonei de verdade, e não deu muito certo, então eu não consigo mais… Eu fico esperando, putz, eu quero sentir aquilo de novo, mas aí, se começa, se o coração bate mais rápido: "Ah, eu não sei se quero isso, não". Eu acreditei durante muito tempo em amor romântico. Hoje em dia, eu não acredito em amor romântico, não. Eu acredito em respeito e amizade. Ou, então, atração física. Mas é assim: respeito e amizade. Porque paixão, essa coisa de amor romântico mesmo, acho que traz muito sofrimento e sempre acaba. Você sofre, você fica pensando na pessoa, você não funciona direito. Ao mesmo tempo em que você descobre muitas coisas bobas em você, não sei, pelo menos comigo acontece isso. Eu descubro sempre as invejas, certos ciúmes, uma certa possessividade.. E isso incomoda. Eu fico ciumenta, insegura, dramática. Eu acho que o amor verdadeiro não passa por isso, não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário