Páginas

Visitas - Let It Be...

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Tô fora de gente desesperada, ainda que eu seja quase uma.


É engraçado e ridículo quando a gente começa a gostar de alguém e acha que tudo o que o outro faz é um sinal ou uma pista. Isso quando não começamos a ler o signo do cara. A tentar fazer amigos em comum, ir de propósito nos lugares que ele vai estar, tudo pra parecer mero acaso. E vai ficando cada vez mais difícil deixar o barco correr. Eu sou tão teimosa. Não consigo seguir o “deixa acontecer naturalmente” eu fico querendo as coisas pra já, pra ontem. Acontece que uma mulher pode fazer o que quiser com um homem, pena que quase nenhuma sabe disso. É como num jogo de cartas, quem já tem a malícia pode estar em vantagem, mas quem tem as cartas certas é que vence. Mesmo se você, assim como eu não tiver experiências em finais felizes, amor correspondido, se souber como agir, conquista qualquer homem, essa é a pura verdade. O problema é que a gente nunca sabe né? Essas coisas a gente aprende errando. E outra dica, cuidado, buscar um relacionamento quando se está num alto nível de carência é como ir ao supermercado com fome, qualquer porcaria serve. Primeiro faz uma faxina ai. Desapega. Se restitui. Todo novo amor nasce com a limpeza das gavetas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário