Páginas

Visitas - Let It Be...

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Uma vez me disseram que eu jamais amaria dum jeito que “desse certo”. Pode ser.

Alguns encontros tem cara de vida inteira. A gente se reconhece no outro. Como se tudo a sua volta tivesse paralisado, as conversas alheias, a música, o clima, nada te afeta, você fica vulnerável a uma só presença. Os momentos de felicidade, só são reais, quando nos tiram da realidade. Ela estava apaixonada por ele. Perdidamente. O problema - um dos problemas, porque havia outros, bem mais graves -, o problema inicial, pelo menos, é que era cedo demais. Há situações em que o máximo que se pode fazer é rezar. E esperar, claro, entre suspiros...

Nenhum comentário:

Postar um comentário