Páginas

Visitas - Let It Be...

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Talvez a gente se esbarre e se conheça de novo com o olhar mais maduro e o coração mais decidido



Eu achava que, aos poucos, a gente morria de amor, depois do fim, depois da despedida, mas não, ninguém morre. Dói muito e a angústia chega a apertar o peito; você chora baixinho pra ninguém ouvir antes de dormir e a saudade invade de um jeito avassalador. Quantas vezes eu quis saber como você estava sem mim, se encontrou outro alguém ou se ainda pensava em nós. Mas todas as dores, as feridas, as noites em claro, a angústia que se fazia presente em meu peito, a dor que persistia em ficar, tudo isso passou, a tempestade acabou e deixou-me ainda mais forte. Depois do fim, é difícil recomeçar e como dói lembrar daquele adeus.
Eu nunca precisei esbanjar sorrisos de graça para parecer bem quando eu não estava. Nunca escondi a saudade e evitei a todo custo fazer pose para parecer feliz, quando de fato eu não estava. Portanto, se eu sorrir é porque estou bem, não preciso declarar a minha felicidade aos quatro cantos do mundo como quem precisa mostrar a todos que, depois do fim, superei de forma mágica, não sofri e que estou melhor do que nunca. Sinceramente, acho desnecessário querer parecer feliz e realizado logo após uma história tão bonita, quanto a nossa foi, ter se acabado. Também não vou me abrigar no primeiro abraço, nem me entregar ao primeiro beijo que me aparecer.
Não vou me tornar uma pedra e não vou me fechar para a vida, eu só quero um tempo. Um tempo não para ficar sofrendo, chorando e pensando em tudo que acabou, mas um tempo para aproveitar e sugar tudo o que há de bom, recarregar as energias, descobrir novos lugares para ir num sábado à noite, conhecer pessoas que nunca quis conhecer, terminar a minha lista de séries no Netflix, descobrir onde tem o melhor cappuccino, fazer um tour gastronômico pela cidade e planejar a minha próxima viagem. Esse meu coração teimoso precisa aprender a reencontrar o tal do amor próprio.
Você estava certo quando dizia que me faltava coragem, às vezes, para lutar pelo que eu queria e que eu precisava não me esconder tanto do mundo, não precisava me defender tanto das pessoas e, por mais que as feridas fizessem morada em mim, eu precisava me esvaziar da dor. Lembrei de quando você me dizia o quanto eu era linda e que eu não merecia sofrer. Eu realmente acredito e é por isso que eu não posso deixar o meu mundo desmoronar, é por isso que não posso criar um bloqueio e impedir que coisas boas cheguem até mim, pois a dor não pode ser maior do que as possibilidades tão lindas que vejo por aí, e não posso permitir que essa insegurança tire as coisas boas de mim.
Quero me encantar de novo com a vida, quero continuar me descobrindo, sei que, para pessoas como eu e você, sempre há coisas boas reservadas. E não pense que “não demos certo”, nós demos sim, e muito certo, por um tempo. E agora, outras coisas, pessoas e momentos vão aparecer em nossa vida e vai dar certo novamente, de uma forma diferente, menos intensa talvez mas vai, acredite.
Talvez a gente se esbarre por aí novamente, com o coração mais feliz e maduro, talvez a gente sinta falta e, depois de tantos e reencontros, decida pousar no mesmo lugar. Aprendendo a aceitar aquilo que não soubemos aceitar, amando aquilo que não conseguimos amar, descobrindo aquilo que tentamos esconder e resolvendo tudo aquilo que deixamos para depois. Talvez a gente se esbarre novamente com o coração mais calmo e decidido a lutar, a ficar, mas, por hoje, é melhor alçarmos voo.

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Amar é querer estar perto se longe. E mais perto, se perto.



"Conheço um casal que namorava há anos e anos e faz uns meses que terminaram. Doeu até em mim essa separação. Tanto tempo juntos e agora 'tchau'. Cada um para o seu canto. Estranho, não é? Mas acontece. De fora da história comecei a refletir que o ser humano é pequeno demais para encarar a eternidade, e grande o bastante para se acostumar com a rotina. Talvez seja por esse motivo que tantos relacionamentos não duram, não sei. Eles precisavam desse adeus, pensei.



Um novo ano entrou, novos planos surgiram. Ele continuou no trabalho, fazendo novas viagens e contando histórias incríveis. Ela ficou mais desligada, independente e muito mais bonita. Novas amizades na vida dos dois, novas paixões, novas emoções. Outro ano entrou e quase já não se lembravam mais dos dois juntos. Ele terminou a faculdade, ela foi passar uma temporada em outra cidade.
Outro dia fomos todos chamados para uma festa. Ambos estavam. Depois de alguns anos separados, ali foi o primeiro reencontro. Eu não pude deixar de reparar a troca de olhares constante dos dois. Conversaram a noite toda e vi um sorriso no rosto dela, que não existia durante todo esse tempo em que se distanciaram.
Ele me contou que tinha chamado ela para jantar e, desde então, eles não se desgrudaram mais. Encontrei ela no shopping um dia desses, e com um sorriso no rosto, me disse: "Conheci um novo amor, e continua sendo a mesma pessoa."
Então comecei a entender que o amor é um senhor teimoso de braços cruzados, emburrado até conseguir o que quer.
Pensei:





Você pode até cruzar o mundo.
Virar do avesso.
Mudar seus gostos
Seus planos.
Pode até casar novamente. 
Ter filhos e mudar de cidade.
Mas o que tiver que ser seu, sempre será.






Não adianta brigar com o amor, ele até pode dar um tempo, uma trégua, mas quando ele escolhe duas vidas, ambas viram bússola uma da outra. Não se perdem e tampouco se desconectam."
Autor desconhecido.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Espere em DEUS! Seu dia vai chegar..


Eu já vivi um relacionamento de idas e vindas, de falta de afirmação e de conflitos. Não era nada tranquilo, mas eu aceitava. No final achava que era aquilo que Deus tinha para mim e pronto. Mas com o passar do tempo, eu entendi que 'nós só aceitamos o amor que achamos merecer.' Sabe, por muito tempo eu achei que era aquilo que eu merecia. Maaaaas, eu acordei para vida e decidi aceitar o amor que Deus tinha a certeza que eu merecia.



Ei, sabia que você merece um relacionamento em paz e um amor tranquilo? Não se contente com pouco e não abra mão daquilo que Deus tem para você por carência ou falta de paciência em esperar. As melhores coisas da vida levam tempo! 💛 
E enquanto o tempo e a pessoa certa não chegam, não se sinta ansiosa e não tente apressar as coisas. Você merece o melhor de Deus, não se esqueça disso! E a vontade dEle para você é boa, perfeita e agradável. Não aceite menos. Você é preciosa demais!


quinta-feira, 12 de maio de 2016

Eu sou pra casar!



Meus amigos sempre me disseram que eu sou pra casar. Deve ser essa minha mania de acreditar no amor, confesso que mesmo depois de algumas decepções eu não perdi as esperanças de encontrar o meu final feliz, eu sempre soube que Deus estava guardando o melhor pra mim.



Eu sou pra casar, mas isso não significa que alguém irá mandar em mim, nem que eu vou insistir para alguém se comprometer comigo. Casamento é parceria, é uma via de mão dupla, é amar quem te ama também. Eu sou pra casar, eu sou do lar, mas também sou do ar e adoro voar. Gosto de compartilhar, de me doar, mas sou minha antes de ser de alguém. Eu me entrego de corpo e alma, mas só me prendo ao que me liberta. Casamento é laço, não é nó, por isso te deixarei livre para ir, mas por vontade você irá ficar, porque eu sou pra casar.



Eu tenho esse meu jeito meio mandona, um tanto teimosa, orgulhosa também, mas sei cuidar de quem quer o meu bem. Eu amo e amo muito, mas você precisa saber que sou capaz de ir embora se o amor não for recíproco, eu nao sei amar por dois, aprendi a valorizar quem me valoriza também. Eu posso ser um pouco complicada, confesso que na TPM nem eu me entendo, mas espero que você seja paciente, assim como eu serei quando você tiver o dia cheio. Vem comigo que você irá entender que o amor de verdade tem que fazer valer!

Sou dessas que vai querer te mimar, te cuidar, te amar. É, modéstia a parte, eu sou mesmo pra casar.

Texto de: A Terapia de Alice

quarta-feira, 23 de março de 2016

Você não merece alguém errado no momento certo.


Você não merece alguém sem tempo pra você, que só pensa em si mesmo. Você merece alguém que te ocupe por inteiro e não te preocupe pela falta de presença. Você não merece alguém que nunca chega, que se sente bem com a distância e que só sabe te enviar mensagens te dizendo que está com saudade. Você merece alguém que chega de surpresa, que te invade, que bate em tua porta pra matar a vontade de te ver. Você não merece alguém que só diz que sente sua falta mas não tem capacidade de correr atrás ou demonstrar que realmente sente. 


Você não merece alguém sem entrega, alguém que se limita e se poupa no amor. Você merece alguém que se entregue por completo sem medo do que isso seja amanhã. O amor é pra ser sentido, não poupado. Se alguém poupa sentir por você, melhor deixar ir. Você merece alguém que te compreenda, e não alguém que só te julga. Você não merece alguém que te diz mais do que faz. Pra ser bem sincero, ninguém merece alguém que promete mais do que cumpre. Você não merece alguém que só te procura quando precisa, mas sim, alguém que esteja do teu lado sempre, até quando você menos precisar, porque quem não sabe cuidar não merece ter. 



Você não merece alguém que te faz pedir pra aparecer, que te faz implorar pra que fique. Você não precisa mendigar nada, você merece alguém que chegue, que fique, que só vá embora com uma parte de você dentro do peito que é pra, mesmo distante, se manter próximo.



Você não merece alguém que finge não ouvir as suas ligações, que não responde as suas perguntas ou que deixa sempre as suas mensagens pra depois. Você merece alguém que te trate com importância e sem orgulho, que se preocupe com você e te procure, que te dê respostas e certezas e não duvidas. Você merece alguém que te atenda, te entenda, mesmo quando seja difícil de entender, porque algumas vezes nem você mesmo consegue se entender. Você precisa de alguém que ouça os seus medos com atenção, que se envolva com os seus problemas e que tente diminuir a intensidade das suas preocupações só em ficar do teu lado. Você não merece alguém que seja um problema pra você porque você já tem muitos. Você merece alguém que esteja disposto a te fazer bem, a te querer bem. 




Não corra atrás de ninguém, principalmente alguém que demonstra viver muito bem sem você. Se alguém quer ficar com você, você não precisa correr atrás dessa pessoa porque ela fará de tudo pra caminhar ao teu lado. Você não merece alguém que só foge de você. Se for pra correr atrás de alguém, que seja atrás do motorista do último ônibus pra não se atrasar pro trabalho ou pra aula, mas não corra atrás de alguém que sabe muito bem onde te encontrar. 



Se alguém não te merece, deixe ir. E se por acaso alguém que você acreditou merecer, te decepcionar. Lembra que você merece muito mais que erros ou pessoas iguais. Olhe pro espelho ao acordar e admire o sorriso que você carrega no rosto. Sorri e caminha. A estrada é longa e você não merece perder tempo com alguém errado no momento certo. É bem melhor estar sozinho curtindo seu momento que escolher dividi-lo com uma pessoa errada, vai por mim. 


terça-feira, 22 de março de 2016

NÃO ERA AMOR. ERA (VA)CILADA.



Não existem motivos para querer estar com alguém que já não quer mais estar com a gente. Pelo menos não motivos reais, além das falsas seguranças e comodismos. Se você me disser "porque dói mais sem ele", eu preciso te contar a verdade. Ele provavelmente já não estava mais aqui. Há muito tempo, inclusive antes do fim. 

Sim, eu sei. É tão dolorido que até mesmo parece um chute. Mas, na verdade, é algo como um empurrão. O empurrão necessário para você seguir em frente. O empurrão necessário para você encontrar quem realmente queira estar ao seu lado. Inclusive você, mesmo que sozinha. Essas pessoas nos fazem um bem. Não pela dor, é claro, mas pela leveza que essa traz. Uma hora a dor passa, meu anjo. Mas a liberdade fica.





Términos. Fins. Despedidas. Podem até mesmo parecerem um alívio (e muitas vezes são), mas a verdadeira felicidade não está nos finais. Está nos recomeços. 

Os fins são apenas um caminho. O intermédio. Porque nada é tão valioso quanto o agora. Quanto as esperanças de novos capítulos. Existe um motivo para os nossos olhos e pés estarem no mesmo sentido. Para frente. O passado deve ser carregado apenas dentro do peito. Claro, com todos os seus merecidos cuidados e lições.



 A verdadeira felicidade não está apenas em se lembrar do que passou. Não. É preciso ser feliz com os novos caminhos, mesmo sem nunca sabermos quais são. Então, pare de ver os fins apenas como finais. Sem eles, nunca um recomeço teria existido.






"Mas eu não consigo ser feliz sem ele". Consegue. Com certeza, consegue.


Talvez não encarando a vida dessa forma. Mas sejamos sinceras: você também não seria feliz com ele, com tão pouco amor próprio. Você pode até dizer: "mas nós precisamos de família, amigos e amores". Sim, eu concordo. Completamente. Mas nenhum desses se faz tão necessário quanto o amor próprio.



Quanto poder abraçar os seus defeitos com mais leveza e reconhecer as suas qualidades com mais carinho. Um "eu" sólido. Um "eu" capaz de não aceitar os tantos desrespeitos existentes por aí. Eu já conheci pessoas incríveis e felizes sem nunca experimentarem um relacionamento “sério” e duradouro. Sem nunca terem conhecido as suas famílias. 



Talvez o amor próprio não seja sempre suficiente. Eu sei. Mas com certeza é necessário. 







Posso falar por experiência própria. Não era amor. Era va(cilada).

Não foi nada pessoal. Ou até foi, mas não com ele. Foi comigo mesma. Isso não significa que eu tenha esquecido. Isso não significa que eu tenha deixado de lado todos os carinhos que dividimos. Os sorrisos. Os momentos bons. Eu me lembro. Inclusive até mais do que deveria. Mas, felizmente, eu me lembro também de todas as vezes em que me anulei. Quando deixei de ser eu mesma para ser um alguém que o agradava. Um alguém que se encaixava em todos os seus sonhos e planos, mas tão distante de mim. Não é nada com ele. Pelo menos não diretamente. Eu apenas me lembrei do essencial: eu mesma
Um eu abandonado em alguma esquina, por tanto querer agradá-lo, impressioná-lo. 
Por tanto não notar certos egoísmos. Se eu o culpo? Não. Longe disso. Afinal, eu não deveria ter aceitado esse caminho. Mas, por sorte, eu me lembrei disso.



Então, pare de colocar a sua felicidade nas mãos alheias. Você só precisa de um amor para ser feliz. O próprio. Encontre-o. Depois, pode dividi-lo com quem quiser.


segunda-feira, 14 de março de 2016

VERDADES QUE TODO HOMEM DEVERIA SABER:



Vocês, homens, tem a péssima mania de achar que nós somos muito diferentes de vocês, somos complicadas, inconstantes, fazemos uma tempestade em copo d’água, e por aí vai.. Posso dizer que realmente somos assim, mas vocês queridinhos, não ficam atrás não! E vou mostrar com clareza o porquê. 




Por trás de todo homem machista, que não quer se deixar envolver, que não assume compromisso nem sentimentos, existe alguém que já sentiu demais, se entregou demais e provavelmente se machucou. Sabe o que é bom nos corações partidos? Eles só podem se partir de verdade uma vez. O resto são apenas arranhões. Mas vocês não pensam assim, vocês já generalizam as mulheres da sociedade, e acham que relacionamento sério é sinônimo de fiasco, decepção. No fundo, até sabem que tem aquelas menininhas que são certas para namorar, que vão cuidar de você, mas não agora. Vocês falam: “Ela pode até valer a pena, mas vou casar agora? Vou não, então melhor cair fora.” Porque você não vai se apegar tão cedo a alguma paquerazinha ai. Então pra que iludir a menina? É mais fácil fugir ne? Dá menos dor de cabeça. E outra, tem muita gostosa que eu preciso conhecer mais a fundo ainda (se é que meus amigos me entendem).” 





Antes você procurava conteúdo, procurava a mulher que mais se identificava com seu perfil. Mas depois que não deu certo, nessa sua nova fase, se for bonitinha, arrumadinha, dá pro gasto. Ou tem aqueles tipos, que selecionam muito. Se bobear querem ver o currículo da menina, os antecedentes, ver se o passado condena, isso tudo só pra não manchar a faminha deles. A reputação é tudo. Aí eles escutam um boato, e logo já rejeitam aquela que tem muito a oferecer. A troco de que? Os homens parecem ser tão frios? Tudo isso são máscaras que vocês usam para não deixar aparecer o coração lindo que tem ai. Vocês vão pra balada, barzinhos, afim de encontrar alguém legal, na verdade é isso. Com seus amigos, vocês riem, fazem piadinhas de tudo, mas seria bom ter um sexo oposto com você, pra dividir essas coisas. Mas você não assume. Quer ir pra curtir a musica, beber logicamente e se rolar de pegar alguém, beleza, se não paciência. 

E os dias passam, vai caindo na rotina, você vai lembrando da ex... Vai ouvir que ela tá seguindo a vida, que tá cheia de carinha dando valor pra ela,e que vocês não tem mais volta. Aí vem aquele pensamento: “Tava ruim com ela, pior sem ela.” Mas você também tem seu ego masculino, não vai lá se humilhar pra se reconciliar. Ou porque você já fez isso alguma(s) vez(es), ou porque coloca na balança como era a relação de vocês que vê que o que pesa mais, eram as brigas, o jeito dela que ela não vai mudar nunca, as coisas que um não aceitava no outro, aí você não vai remexer em ferida seca.




Mas nos fins de semana é muito fácil, você distrair sua cabeça, os pensamentos vão a mil. Tem festinha, tem amigos, tem calor, tem cerveja, tem a mulherada te dando moral, a rotina sai do lugar. Mas e no Domingo a noite? Que além de você tá naquela depressão pré-segunda, você deita a cabeça no travesseiro e um filme passa na sua cabeça de como ta sendo sua vida, os acontecimentos bons, os ruins. O que precisa melhorar, o que pode ser diferente agora que a semana ta começando. Eaí, você pensa que se você se apaixonasse mesmo, podia abrir mão de muita coisa, por ela. Mas quem será essa mulher, meu Deus? E como ela precisa ser? Vocês sabem que beleza é relativa. Essa mulher que você procura, pode estar mais perto do que imagina. Ela só precisa dar as cartas certas. Grude? Vocês já descartam. Mulheres pessimistas, que fazem drama em cima de drama, sem chances. Aquela que é fácil, que já se entregou de bandeja, que você já sabe que tem nas mãos, essa aí nunca vai passar de uma noite com você, nunca. A outra boazinha, que é romântica ao extremo, ela é um amorzinho, mas aí já virou sua amiga. E por amiga você não tem tesão, “filling”. Aí, você tenta analisar suas opções, mas todas se encaixam nesses critérios que eu citei. E fica pensando que não conhece ela ainda. “Quando ela vai aparecer? Já vivi toda essa fase de curtição. Não tô falando que tá ruim, porque eu sei que não tem coisa melhor do que a liberdade. Mas se aparecesse uma mulher que modificasse minha vida, seria uma boa.” Mas e o medo de você se envolver e se arrepender? Vocês já evitam, pensando que não vai dar certo. Esse é o problema. Digamos que já apareceu, que no fundo você sabe que existe uma menina que pode dar certo. Porque você demora tanto pra chegar nela? Pra arriscar? Quem é complicado agora? Por que o mal de vocês é este: pensar demais. Aprendam uma coisa: “Do primeiro amor gosta-se mais, dos outros gosta-se melhor.” Os relacionamentos anteriores serviram de lição e experiências para o novo, que tá querendo entrar, tá querendo revirar sua vida. Te dar um sentido. Mas vocês ficam ai, achando que a gente pode esperar por vocês até Deus sabe quando... Aí depois que vocês encontram as mulheres frias hoje em dia, tomando o partido como vocês deveriam fazer, quando encontram mulheres que não querem mais nada com nada, que não dão uma chance de se apaixonar vocês julgam mas não sabem de quem é a culpa né. Fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida. Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar como você é e te fazer feliz por inteiro.

Não é a beleza, o dinheiro, o status que vai prender uma mulher. E sim a ATITUDE. A pegada! A segurança. Vocês não gostam de mulher auto-confiante, que esbanja amor próprio? Nós também. Tem que ter presença. Tem que se impor. Ou vai, ou racha. Resumindo, sabe o problema? TÁ FALTANDO HOMEM QUE SE APAIXONE, E NÃO FICA LIGANDO PARA O QUE OS OUTROS VÃO PENSAR. E vê se não espera muito, ela achará que você não se importa.